"Uma linda história sobre memórias de aviões e arranha-céus que precisam achar um novo lugar depois dos ataques do onze de setembro. Uma combinação de palestra e filme, artesão e contador de historias. Simples, forte, sem reclamações e direto ao coração. É de verdade uma pequena jóia na inundação de documentários sobre o 11 de setembro."
(VB para www.moose.nl , visto no 28/11/02)

: : : LEIA MAIS CRITICAS : : :



Cartaz da Estreia 11 de setembro 2002
Concepção & Design do cartaz: Ricky Seabra / Fotografia: David Lakein

Para contato: yo@rickyseabra.com

Fotos da estréia no 11 de setembro de 2002 no teatro KC Nona, Mechelen, Belgica: © Liesbet Peremans

Aviões e Arranha-Céus sempre foram uma obsessão para o artista, designer e performer Ricky Seabra. A sua relação com aviões tem sido uma relação complicada de admiração e medo. Arranha-Céus por outro lado sempre foram uma fonte de fascínio especialmente depois de ter morado sete anos em Nova Iorque. Em particular, o observatório no 110 andar do World Trade Center era o seu lugar predileto para visitar. Mas com família e amigos morando em Washington e Nova Iorque não é preciso nem dizer que os ataques do onze de setembro foram mais do que chocantes para o Seabra.

Tudo que ele guardava como glamoroso, romântico e até futurista virou sinónimo de terror e vulnerabilidade. Aviões e Arranha-Céus estreiou em Mechelen na Belgica no 11 de setembro de 2002 com direção de Andrea Jabor. Ele já apresentou o espetáculo em Amsterdam em que ele manipula imagens de aviões e arranha-céus com as próprias mãos ao vivo em cena. Ele recontextualiza as muitas imagens e memorias que ele tem de aviões e arranha-céus com uma mistura de animação, música e contador de histórias. Aviões & Arranha-Céus é uma jornada por histórias de decepção e esperança; historias que mergulham mais a fundo do que um ataque num símbolo de poder financeiro, mais a fundo que contos patrioticos em vermelho azul e branco.

Ricky Seabra kijkt als buitenstaander naar 9.11
(De Standaard, België)

Aviões & Arranha-Céus: um monologo manipulado

Concepção, Texto, Performance de Ricky Seabra

Direção de Andrea Jabor

Co-producão Kunstencentrum nOna


Montagem de vídeos: Guido Van Troost

Assistente de direção: David Lakein

Montagem de Trilha: Ricky Seabra

Sonoplastia: Marc Nukoop

Animação em computador foi generosamente contribuida pela
Medialab / Atos Origin Engineering Services B.V., Holanda.

Agradecimentos especiais : C.F. & E.P. / Narendra Nandoe / Rob Van Der Stel / Don Giller / Beam Systems, Amsterdam / Fares el-Dahdah / Mounir M. Mohamad / Brigitte Belanger @ Bellissima Stichting, Amsterdam / Jaime Lockwood / Sempre Mom / Sempre Alex / Sempre Philippe / Sempre Jan / Paul Van Den Berg / Martin Novoa / Masako Noguchi / Meg Grant / Nogueirinha / Matthew Waldman / Rasheed Abou-Alsamh / Little Shiva / Toek Numan / Flavia Souza / DJ Zupa / Anne Gentenaar
e Lisa Anselmo por compartilhar as lágrimas

Um agradecimento muito especial a Academia de Corpo de Bombeiros da Provincia de Antwerpia.

.

: : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : :

.
Veja outros Projetos

yo@rickyseabra.com